fbpx
Transporte de animais

VIAJAR COM PETS

Vai viajar e quer levar seu pet pras férias?

As companhias aéreas já começaram a se adaptar para receber esses passageiros porém é bom revisar as regras e documentos necessários para levar seu amiguinho na viagem.

No embarque

Para que seu gato ou cachorro seja aceito no voo, é preciso seguir algumas exigências de transporte, saúde, segurança e a documentação necessária. Cada empresa tem suas próprias regras então fique atento.

Para as viagens em território nacional é preciso apresentar o certificado veterinário atestando que o animal está em boa saúde. O documento é emitido pelo seu veterinário e tem validade de 10 dias (verifique o prazo de embarque se não vai precisar emitir outro certificado). Também é necessário apresentar a carteira de vacinação e atenção para a validade do certificado de vacinação pois a vacina antirrábica, por exemplo, é exigida a partir de 03 meses de idade e a aplicação deve ser feita de 30 dias a 1 ano antes da data da viagem.

Em viagens internacionais é preciso apresentar o passaporte e o certificado internacional de vacinação, nesses casos as regras variam e é bom conferir direto com a companhia quais documentos serão necessários.

Documentação necessária


Para qualquer  viagem  internacional de  cães  e  gatos, o estado  de  saúde e  o histórico sanitário do animal devem estar declarados num documento emitido pelas autoridades veterinárias do país de origem e aceito pelo país de destino. 


No Brasil esses documentos são o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos e o Certificado Veterinário Internacional (CVI).


Ambos   são   emitidos   e/ou chancelados por Auditores Fiscais Federais Agropecuários (AFFA), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), lotados nas Unidades do Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (VIGIAGRO) nos aeroportos,    portos,    postos    de    fronteira    e    aduanas    especiais    ou    nas Superintendências Federais de Agriculturas nos Estados. 


Além do histórico sanitário do animal declarado no Passaporte ou no CVI, alguns países impõem outras exigências específicas para permitir o ingresso de animais de companhia em seus territórios.

Obs: o animal deve ser levado no momento da solicitação da emissão do passaporte para que seja realizada a leitura do microchip e a conferência das informações.

Microchip


Para concessão do Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos será obrigatória a identificação eletrônica do animal (microchip). O microchip deve atender aos critérios de conformidade dispostos na norma ISO11784, ou no anexo A da norma ISO 11785. Nos casos em que o cão ou gato tiver implantado dispositivo eletrônico de identificação que não atenda às normas citadas acima, o proprietário do animal deverá fornecer o equipamento necessário para a leitura do dispositivo e identificação do animal.


O microchip será lido para a emissão do passaporte, antes do embarque do animal nas viagens internacionais e no desembarque dos animais no Brasil.

Sorologia

Se o seu destino é para algum dos países da União Europeia (UE) esse documento será bem importante e também é o que mais demanda tempo. Precisa ser realizada com uma amostra de sangue colhida pelo menos 30 dias após a data de vacinação e no mínimo 3 (três) meses antes da data de emissão do CVI por um laboratório credenciado a UE no Brasil.

É necessário aguardar 3 (três) meses entre a data da coleta do sangue e a emissão do CVI do animal.

Depois de toda a documentação pronta, é hora de ver as exigências das companhias aéreas, dependendo do peso e tamanho do animal algumas permitem o transporte na cabine junto com o proprietário. Abaixo seguem as informações das principais empresas nacionais:

GOL

Para transporte na cabine:

* O Pet na Cabine permite que os viajantes voem com seus bichinhos e aproveitem a companhia deles durante todo o trajeto. O serviço pode ser utilizado em voos domésticos e internacionais operados pela GOL e está disponível apenas para cães e gatos, com peso máximo de 10 kg, incluindo a caixa de transporte (kennel).

* Caso o seu animal de estimação ultrapasse as dimensões ou o peso máximo para viajar na cabine, não se preocupe, pois ele voará no porão da aeronave, onde será acomodado e tratado com todo cuidado por nossos colaboradores, até ser entregue a você no destino. É importante verificar com antecedência as restrições para algumas raças e espécies.

* Cães-guias e cães-ouvintes são aceitos em todos os voos, desde que estejam acompanhando pessoas com deficiência.

* Cães de acompanhamento emocional são aceitos apenas para os voos com origem ou destino aos EUA. Saiba mais

Atenção: o serviço Pet na Cabine não é aceito em voos codeshare e interline (voos com parceiras GOL).

Para animais maiores:

* A solicitação do serviço deve ser feita com antecedência e há um limite de pets por voo, de acordo com o tipo de serviço em que seu bichinho se enquadra.

* Os animais com peso entre 10 e 30 kg (peso do animal + caixa de transporte) devem ser transportados no porão das aeronaves, onde eles serão acomodados em um compartimento específico para transporte de animais. O pet viajará no mesmo voo da GOL em que o passageiro estiver e a entrega do animal deve ser feita no balcão de check-in, até 2h antes do embarque para voos nacionais e até 3h antes do embarque para voos internacionais.

* Nas situações em que o dono não irá viajar, o transporte do animal será realizado pela GOLLOG. Nesse caso, o animal será transportado, obrigatoriamente, no porão de cargas da aeronave.

Restrições:

* Não é permitido o transporte de animais que, com a caixa de transporte (kennel), pesem mais de 30 kg. Também não é permitido o transporte de outros animais, que não cães e gatos. Nesses casos, a GOLLOG, o serviço de cargas da GOL, deve ser consultada sobre a possibilidade de transporte.

* A GOL não transporta, no compartimento de cargas, cães e gatos de focinho curto, por conta das características de seu sistema respiratório. Confira e ateste com o médico veterinário de sua confiança se o animal não se enquadra nessa condição, garantindo o conforto e a segurança no transporte.

Raças de cães não permitidas: Boston terrier, Boxer, Buldogue americano, Buldogue francês, Buldogue inglês, American bully, Cavalier King Charles spaniel, Chow-chow, Dogue de Bordeaux, Griffon de Bruxelas, Lhasa apso, Pug, Pug chinês, Pug holandês, Pequinês, Shih-tzu etc.

Raças de gatos não permitidas: Burmês, Exótico, Himalaio, Persa etc.

Em caso de dúvidas sobre as raças permitidas, entre em contato com a GOL.

LATAM

Permite que você viaje na maioria das nossas rotas com seu cachorro ou gato, tanto na cabine, com você, quanto no bagageiro do avião. Para isso, seu animal deve estar em bom estado de saúde, ter comportamento dócil e pelo menos 8 semanas de vida, com exceção de rotas para os Estados Unidos, nas quais deve ter ao menos 4 meses. Os animais não poderão estar sedados no momento da viagem.

Para levar o seu animal de estimação com você na cabine Economy, ele deverá viajar dentro de uma caixa de transporte rígida ou flexível que deve atender aos seguintes requisitos:

* O peso total, da caixa com o animal, deve ser de até 7 kg (15 libras);

* As dimensões máximas da caixa de transporte devem ser 19 cm x 36 cm x 33 cm (altura, comprimento, largura), para o caso de que seja rígida, ou 23 cm x 36 cm x 33 cm (altura, comprimento, largura), para caixas flexíveis;

* A caixa não pode ter rodas;

* A caixa deve poder caber sob o assento dianteiro. Por razões de segurança, você não poderá viajar com um animal de estimação na primeira fila ou junto a saídas de emergência;

* A caixa deve ter uma trava que garanta que o animal não saia dela durante o voo;

* A caixa deve ser feita de material resistente e deve ter uma base impermeável e absorvente, além de ventilação adequada;

* O seu animal de estimação deve ter espaço suficiente para ficar em pé, mover-se e girar dentro da caixa.

Se o seu animal de estimação exceder o tamanho ou o peso máximo permitido para viajar na cabine com você, ele poderá ser transportado com conforto e segurança no bagageiro do avião. O animal deverá ser levado em uma caixa de transporte que atenda aos seguintes requisitos:

* O peso total, da caixa com o animal, deve ser de até 45 kg (99 libras) ou de até 32 kg (70 libras) se a sua viagem tem origem ou destino na Europa, na Oceania, na Argentina ou em Aruba;

* A caixa deve ter até 115 cm de altura e 300 cm lineares (soma de altura, largura e comprimento);

* A caixa não pode ter rodas;

* A caixa deve ser feita de material resistente e deve ter uma base impermeável e absorvente, além de ventilação adequada e recipiente adequado para que o animal possa beber água durante o voo sem derramar;

* O animal deve ter espaço suficiente, dentro da caixa, para poder se mover e girar;

* A caixa deve ter porta metálica com trava dupla e não deve permitir que o animal exponha as patas ou o focinho.

Para garantir a segurança e a integridade do seu animal, algumas raças de cachorros e de gatos não podem ser transportados no bagageiro. Essas raças poderão viajar na cabine, com você, desde que atendam aos requisitos desse tipo de transporte.

Raças de cães não permitidas: Affenpinscher, Boston terrier, Buldogue (todas as raças), Cane corso ou Mastim italiano, Chow-chow, Toy spaniel inglês, Griffon de Bruxelas,  Spaniel japonês (Chin japonês), Lhasa apso, Mastim inglês, Pequinês, Pug ou Carlino (todas as raças), Shar-pei, Shih-tzu, Spaniel tibetano, Bull terrier, Bulldog americano, American bully, Akita inu, Dogo argentino, Fila brasileiro, Pastor-da-Anatólia, Rottweiler, Tosa Inu, Staffordshire terrier americano (Amstaff), Staffordshire bull terrier inglês (Staffi), Pitbull terrier americano, Boxer, Bullmastiff, Dogue de Bordéus, Mastim napolitano, Dogue canário.

Raças de gatos não permitidas: Burmese americano, Himalaio, Persa, Shorthair exótico, todos os tipos de raças persas

AZUL

Cada cliente tem o direito de levar apenas 01 (um) durante o seu voo. A bordo, são permitidos até 03 (três) animais domésticos (cães e gatos) por voo, desde que tenham mais de 4 (quatro) meses de idade e sejam transportados com segurança e em embalagem apropriada. Para este serviço é cobrada taxa de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais) ou US$ 100,00 (cem dólares) por trecho, para compras realizadas no exterior.

As regras são:

* O peso total (animal + container) deve ser de, no máximo, 5 kg. O animal deverá estar limpo, saudável e sem odor desagradável.

* Para transporte de animais na Azul, são aceitos dois tipos de embalagem: o container rígido ou a mala flexível. As dimensões devem ser de, no máximo, 43 cm comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura.

A Azul não fornece informações quanto ao transporte de animais maiores no porão da aeronave.


Mais importante de tudo é antes de sair para viajar, iniciar um período de adaptação do seu pet com a caixa de transporte para que ele sinta que é um lugar seguro e que nada de ruim irá acontecer.